Como comentar aqui:

Se você não tem conta no Google ou no Blogger, vá em "comentar como" e preencha seu nome, não precisa de URL (pode ficar em branco). Depois é só "postar comentário".
bjs

sábado, 4 de outubro de 2008

Here we go again!


Sabe quando você faz uma coisa achando que vai somar, que vai melhorar as coisas, que vai multiplicar tudo e daí percebe que não foi nada disso que aconteceu; que na hora do outro fazer a parte dele, ele estragou tudo???
Sabe quando você achava que a generosidade e vontade de compartilhar as coisas eram vias de duas mãos, e daí percebe que isso é só TEU jeito, que o outro só sabe viver pra si, enrolado no próprio umbigo e ainda tenta competir com você???
Pois é, isso é uma merda!
Estou aprendendo a cada dia, a me envolver menos e a deixar as coisas como estão.
Isso é uma merda, mas cada um sabe de si e que cuide da própria vida, faça as próprias escolhas e pague a conta depois!
Estou oficialmente fora!!


Sexta fui ver Mamma Mia.
Adorei.
A Meryl Streep está ótima.
O filme é meio caricato, meio cheio de estereótipos pra amizade entre mulheres e amores, mas é bem feito. A fotografia é de matar e as músicas são maravilhosas.
Quem não tem vontade de sair dançando com Dancing Queen, que atire a primeira pedra!

Vexame:
Hoje eu e o Caio jantamos um pote (grande) de Haagen-Dazs cada um.
Eu de strawberry cheesecake e ele de belgian chocolate, a semana toda na salada pra escorregar feio no sábado...hehe
A sorte é que as dietas, assim como as decepções com amigos, sempre podem recomeçar direito na segunda feira.
Mudo o cardápio ou mudo de amiga??

beijos


quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Mulherzinha imbecil.


Ser mulher é o máximo, eu vivo dizendo isso.
Mas tem hora que é uma merda.
Eu adoro fazer a linha fortona, fodona, machona etc etc etc.
Aí, saindo de casa hoje cedo, inexplicavelmente bato a frente do carro na árvore e choro feito uma madalena.
Consegui me segurar na faculdade (embora tenha reclamado disso a manhã inteira), mas cheguei em casa e desabei outra vez.
Estou chorando até agora, com o nariz vermelho e entupido tentando entender o que aconteceu e imaginando quanto essa “imperícia” (palavra do Caio) vai me custar.
Ai que ódio.

terça-feira, 30 de setembro de 2008

Unificação o caralhoooo!




Só um Presidente de merda; um iletrado, ignorante e idiota feito o Lula pra assinar uma reforma inócua para o que se destinaria e perniciosa para quem trabalha com a língua portuguesa.
As mudanças são estúpidas e sem critério. Me fizeram lembrar a maneira como a quantia a ser deixada nas cadernetas de poupança na época do confiscollor foi determinada; que pra quem não sabe foi um sorteio digno de crianças no recreio.
A população mal conhece a língua, as escolas mal ensinam; e idiotas feito eu, que passam a vida tentando aperfeiçoar a escrita, estão fodidos.
Os portugueses estão cagando para o nosso português, essa unificação é ridícula. Qualquer um que tenha perdido cinco minutos conversando com nossos queridos parceiros de língua, sabe que eles acham que o que falamos aqui não é português. Já tive livros meus lançados lá, e teve muito lusitano torcendo o nariz pro português que se escreve no Brasil como se a língua fosse uma coisa estática e engessada.
Foda-se quem chegou primeiro.
A quantidade brasileiros é soberana e é ridículo ficar mexendo em moscas da gramática que só vão encher o cú das editoras de didáticos de dinheiro, e o de quem trabalha com gramática, de pimenta.
Puta que pariu, que ódio.
Será possível que não tinha nada mais importante pra ser mudado nesta merda de país???
Pronto, falei.