Como comentar aqui:

Se você não tem conta no Google ou no Blogger, vá em "comentar como" e preencha seu nome, não precisa de URL (pode ficar em branco). Depois é só "postar comentário".
bjs

sábado, 26 de janeiro de 2008

O rock errou!


Todo mundo dá e todo mundo leva.
Não dá pra evitar.
Até que eu não posso reclamar muito, que não sou grande vítima de mancadas, nem dou tantas assim...
Hoje um amigo novo mandou um email perguntando sobre o livro do RPM ter saído por outra editora que não a minha, e sabedor de que o projeto inicial era meu, quis saber o que aconteceu com o livro.
O que aconteceu, caros leitores foi que o autor escolhido não era nem amigo nem fiel, e saltou fora pura e simplesmente com o nome que eu dei pra um projeto do Caio, idealizado numa noite depois do curso de rock na Casa do Saber – durante um jantar com o Cadão Volpato e o Paulo Ricardo.
O Paulo Ricardo bem que tentou livrar a própria cara, nos mandando um emailzinho sem vergonha se desculpando e fazendo planos futuros de novos projetos (que eu não quero , muito obrigada). Mas sabe o curioso dessa história? Esses dias, na saída do cinema, passei na Saraiva pra comprar uma agenda (não agüento mais agenda com logotipo de distribuidora ou editora de livros) e dei de cara com o livro do RPM. Fui olhar e achei a diagramação e o projeto gráfico muito bacanas ( já fiquei imaginando quanto sangue eu perderia pra fazer o Alex aprontar uma coisa daquelas, com as Alexites agudas, os sumiços e os fricotes dele...).
O livro não é nenhum best seller, mas isso já era sabido desde o projeto inicial. Mas não é que nos agradecimentos tem lá um especial pra mim e pro Caio por termos acreditado no projeto?
Santa cara de pau, Batman!!!!!!
bjs

terça-feira, 22 de janeiro de 2008

Empregada nova, cozinha nova...voltei!


Dez dias perfeitos no sítio. Por mim, ficava outros dez. Pra ser sincera, em tempos de internet, eu morava lá numa boa. Quando morei em Taubaté sofria de saudades dos amigos, mas hoje a internet resolve grande parte dessa falta e os finais de semana chegam logo... Mas ainda não tô nesse momento (as crianças não merecem se enterrar no mato porque a mãe é doente pela trilogia pão feito em casa, lareira e cheiro de terra molhada – e além disso, lareira e pão feito em casa eu já tenho e o cheiro do meu jardim quando chove é bem agradável, dá pra ir levando...).

Contamos oito ninhos de passarinhos com filhotes entre a área da churrasqueira e a piscina. Um de beija-flor (tão pequeno que parecia mais uma casinha de abelhas) meu pai é doido por beija-flor e eu queria tirar uma foto pra mostrar pra ele, daí pedi pro Tio Mário-que tem quatro metros de altura- tirar a foto, ele foi, mas eu esqueci de tirar o flash. Foi tirar a foto e os dois beija-florzinhos saírem voando do ninho. Eu quase morri do coração e foi um pampeiro pra achar os dois estressadinhos e colocar no ninho outra vez... eu me lamentando e choramingando de remorso e os meninos chorando de rir da minha cara de bunda. No final, eles voltaram pro ninho, a mãe apareceu com melequinhas pra eles comerem e pronto. A foto ficou bem engraçada!


Li quatro livros esse mês: o último Harry Potter - que eu adorei tanto quanto cada um dos anteriores; depois o Guardião de Memórias de uma americana chamada Kim Edwards, que fica hoooras descrevendo as nevascas maravilhosas que embalam a história (que por sua vez é a história com o desenrolar mais próximo da vida real que eu já vi), depois Água pra Elefantes que é simplesmente maravilhoso. A autora é uma canadense chamada Sara Gruen e são as memórias de um veterinário de 90 (ou 93, segundo ele) anos que trabalhou num circo no começo do século alternando o passado com os dias atuais no asilo de idosos onde ele vive. A narrativa é hipnotizante e doce, eu adorei! Por fim o Pio da Coruja da Patrícia Highsmith, Um triller bem escrito e surpreendente a cada página. Não consegui desgrudar do livro até ele acabar... Agora comprei Eu Não Sou Cachorro Não, do Paulo Cesar de Araújo (o autor da biografia proibida do Rei RC...hehe) que eu já tinha lido, mas preciso ler de novo e fazer milhares de anotações pro meu bendito projeto de iniciação científica.
Mais tarde vou procurar outra leva de livrinhos bacanas pra comprar (ou solicitar pras editoras...hehe)!

Ai que frio maravilhoso, a lareira está pronta pra ser acesa daqui a pouco! A coitada nunca imaginou trabalhar em janeiro...
bjs