Como comentar aqui:

Se você não tem conta no Google ou no Blogger, vá em "comentar como" e preencha seu nome, não precisa de URL (pode ficar em branco). Depois é só "postar comentário".
bjs

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Você tem fome de quê?


Se tem uma coisa que eu aprendi na vida, foi a escolher as brigas.
Eu só brigo se valer muito a pena, e tem que ser MUITO mesmo.
Não me envolvo, não me chateio nem considero quando uma eventual formiga desavisada se agarra na sola do meu sapato.
Tem gente que se acha mais gente e mais importante por fazer a linha "não levo desaforo pra casa" e/ou "faço valer meus direitos".
Ai, que conversa cansativa...
Então, assim: se você já passou da idade de mostrar ao mundo que você existe, e que é capaz de espernear; muito que bem - vai economizar no remédio pra gastrite, viver mais e ter mais amigos e admiradores (eu entre eles).
Agora, se você acha que agarrado ao para choque de quem está passando pela vida, implorando pelo seu pedaço, pelo seu espaço e arrumando confusão por nada, vai ter um resultado que te satisfaça, continue assim; só não conte comigo pra puxar a corda que eu já larguei!
beijos gente,