Como comentar aqui:

Se você não tem conta no Google ou no Blogger, vá em "comentar como" e preencha seu nome, não precisa de URL (pode ficar em branco). Depois é só "postar comentário".
bjs

sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Bree Van de Camp para Vice!



Todo mundo se estapeando e as bilheterias do Credicard Hall va-zi-as. De lá, em quinze minutos,saíram meus queridos ingressos pro show da Madonna!!!

Nos EUA, nem Obama, nem Furação em New Orleans, mas a vice do McCain.
Sra Palin, manda chuva do Alasca (onde eu ainda vou morar), tem uma biografia digna de mudar pra Visteria Lane.

A mulher é contra o ensino de educação sexual nas escolas. Alguém poderia avisar essa gringa maluca que essas aulas também ensinam a prevenção da gravidez na adolescência,não tem infográfico do Kama Sutra! A filha dela, se tivesse prestado atenção, não estariia grávida aos 17 anos.
Mas isso não é pior. Há quem jure que o filho caçula da vice,é filho dessa mesma adolescente de nome Bristol (que faltou na escola, ano passado por coincidentes oito meses seguidos).

Daí os abacaxis são dois: um é que uma mulher com tanto esqueleto no armário,na primeira revista, é de enfraquecer qualquer candidatura. Outra é que o McCain e seu staff deviam ter escolhido melhor suas associações, isso faz a gente pensar nas escolhas desastrosas que ele poderá fazer no futuro, respingando em cada um de nós.

Todo mundo fala que se o Obama ganhar, ele não assume.
Eu me recuso a pensar que uma coisa dessas ainda possa acontecer.Ouvi uma conversa parecida quando as possibilidades do Lula subir a rampa começaram a se desenhar no cenário político nacional.

Eu tenho medo do McCain e da saga Bush way of life.

beijos

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Desafinados


Acabei de voltar do cinema.
Nunca consigo 100% de satisfação na sala de cinema. Ou as cadeiras são apertadas e duras (e fecham na bolsa da gente), ou a pipoca não tem manteiga e não tem suco de laranja.
Em casa é tradição jantar no cinema. Meu cardápio é pipoca, suco de laranja e um saquinho de MM's. Pipoca sem manteiga não dá... (nem as frescuras excessivas do cinema do Cidade Jardim me convenceram. Imagine pipoca com azeite trufado, que coisa mais gay).
Enfim, hoje foi dia de ver Desafinados do Walter Lima Jr. Filminho morno.
Eu acho um saco essa leveza obrigatória da Bossa Nova, sempre as mesmas músicas, a mesma conversa intelecto cócus...ai credo. Acho o João Gilberto muito chato, já fui vê-lo cantar e achei um tédio.
A fotografia é maravilhosa, mas o som é de foder. Numa determinada cena em que a Claudia Abreu toma banho de banheira, o som da água é tão alto que dá nervoso... Numa das últimas cenas, o Santoro arfa num volume tal, que eu lembrei da Giovana Antonelli em "O Clone" onde ela só fazia arfar e a gente se divertia vendo.
Enfim, o filme se arrasta um pouco e é mega previsível.
Não é obrigatório nem de longe. Fiquem em casa e leiam Isabel Allende (comecei hoje a biografia nova dela) (sim ela tem outras anteriores, essa é a mais recente!!!).


Antes de acabar, e mudando de pato para ganso, deixo registrado um desabafo furioso:
ALGUÉM SABE ME EXPLICAR PORQUE NOS EMAILS MAIS IDIOTAS DO MUNDO, QUE TENTAM TE CONVENCER A CONTINUAR ALGUMA CORRENTE, OU COMER ALGUM NOVO GRÃO MILAGROSO E EMAGRECEDOR,VÊM ESCRITO "APARECEU NO FANTÁSTICO" COMO PROVA DE CREDIBILIDADE??? DESDE QUANDO AQUELA MERDA DE PROGRAMA É MEDIDA DE CONFIANÇA???

Pronto, falei!
Boa noite.