Postagens

Pigmalião

Imagem
Certamente era um esquisitão (e mais um daqueles chatos, filhinhos da mamãe)... O cara era Rei de Chipre e tinha decidido ficar solteiro por estar “profundamente decepcionado” com o comportamento geral da mulherada.
E então, a pessoa resolve esculpir a mulher perfeita. Dá a ela o nome de Galatéia e (como era de se esperar pra alguém com esse tipo de comportamento doido) se apaixona profunda e perdidamente pela estátua.
Passa os dias admirando a beleza dela, imaginando, sonhando e suspirando pela imagem.
Decidido a sair do abstrato pro concreto, ele implora a Afrodite que lhe consiga uma mulher exatamente como Galatéia. Afrodite acha mais fácil dar vida à estátua, que vira a perfeitinha do Pigmalião, e ele acaba se casando com ela, tendo filhos e sendo feliz (pois é...).
O efeito Pigmalião é estudado, é o que a expectativa causa no outro. Dois psicólogos americanos Rosenthal e Jacobson estudaram a alteração do comportamento e resultados de alunos especial e precocemente bem avaliados pelos…

A espada de Dâmocles

Imagem
A espada de DâmoclesNão é mitologia, é história antiga, mas muuuito pertinente.
Dionísio (e por isso muita gente acha que essa história é coisa da mitologia) era o rei de Siracusa. O cara era um sanguinário, um tirano miserável.
Como todos os poderosos, vivia rodeado de puxa sacos (e Deus sabe como esse povo acostuma depressa com esse tipo de gente bajuladora horrorosa, e passam a depender deles. Ah, a vaidade humana... enfim, já falamos disso.) O fato é que tinha um cara chamado Dâmocles que era tão, mas tão puxa saco, tão invejoso (certamente devia mandar aquele emoji medonho de “aplauso” em todas as postagens do Dionísio nos grupos), que um dia, de tanto ele falar o quanto a vida do Dionísio era perfeita e maravilhosa, Dionísio se cansou e propôs que Dâmocles trocasse de lugar com ele por uma noite, de forma que ele pudesse desfrutar de tu-do o que cercava o universo de Dionísio.
Muita comida, muito luxo, muitas mulheres... o puxa saco estava realmente se sentindo o má-xi-mo quando ol…

Apolo

Imagem
Apolo
Aquele parto difícil encomendado por Hera, já que Apolo e Ártemis eram filhos bastardos de Zeus foi o começo da carreira do deus das artes, do sol, da claridade e da iluminação. Tudo que nasce do sol, que germina, é coisa de Apolo.
Ele matou a Pìton (em uma versão, fez isso com um ano, em outras, fez isso já adulto, pra proteger a mãe), e com a pele da serpente, fez o assento do banquinho de três pernas onde as pitonisas se sentavam e faziam as previsões no Oráculo de Delfos.
O primeiro amor de Apolo foi a ninfa Dafne, que preferiu virar um loureiro a estar com ele. Daí ele ser sempre retratado com uma coroa de louros (e elas serem usadas posteriormente por reis e campeões). Depois ele cismou com a coitada da Cassandra, que também não quis saber dele, e ainda foi amaldiçoada (e toda a bibliografia que eu achei diz que o cara era gaaatooo...devia ser muito chato).
Então, ele deve ter começado a frequentar a Igreja de Santo Antonio, e casou com Cirene. Com ela teve Aristeu, aquele idi…

Adônis

Imagem
Era uma vez uma moça muuuito linda chamada Esmirna (ou Mirra). Tão bonita que começaram a dizer que ela era mais linda que a própria deusa da beleza. Resultado: Afrodite se esquentou e castigou a moça fazendo com que ela se apaixonasse pelo pai, o rei sírio Téias. Mirra, cheia de amor pra dar, entrou no quarto do pai e passou com ele doze noites (foi o tempo que demorou pra ele perceber que a amante era sua filha... a moça devia ser realmente perturbadora). ENFIM, ele percebeu e resolveu matar a oferecida. A moça, desesperada, saiu correndo e pedindo proteção aos deuses (ela não sabia, mas eles sabiam que ela estava encrencada por causa da Afrodite, e acabaram ajudando). Assim, ela foi transformada numa árvore (a que dá a Mirra, que Jesus ganhou de um dos Reis Magos, quando nasceu – utilíssima...). Dez meses depois, a casca da árvore começou a estufar até que dela saiu um bebê tão lindo quanto a mãe (daí a ligação do mito de Adônis com o ciclo das sementes). Ele cresceu e (bingo!) Afr…

Narciso

Imagem
Filho de uma ninfa e o deus do rio Céfiso. Logo que ele nasceu, lá foram eles perguntar ao oráculo como seria o futuro do filho. O oráculo disse que Narciso teria uma vida bacana enquanto não visse sua própria face, que isso seria seu fim. Ele cresceu feliz sem nenhum espelho em casa.
Como o cara era realmente lindo, a mulherada toda caía de amores e ele nem tomava conhecimento e partia corações em ordem alfabética. No meio do fã clube estava a ninfa Eco, que não era um exemplo de pessoa sortuda. Zeus (sempre ele) pediu que ela distraísse Hera enquanto ele namorava escondido. Eco, conhecida por falar mais que a boca, enrolou Hera por um tempão e é claaaro que Hera descobriu tudo, ficou puta e castigou Eco condenando a ninfa a passar o resto da vida repetindo o que os outros falassem (“eco” vem daí).
Eco se apaixonou perdidamente, tentou falar com Narciso, mas deu tudo errado porque ela realmente não conseguia se fazer entender (e nem ele estava mesmo interessado) e acabou numa caverna d…

Admeto e Alceste

Imagem
De novo aquele tio sacana do Jasão, o Pélias, falei dele ontem... Esse cara tinha uma filha chamada Alceste e ela arrumou um pretendente chamado Admeto. Admeto era o Rei de Feras, na região da Tessália, um herói argonauta e grande amigo do deus Apolo. Quando ele quis se casar com Alceste, Pélias exigiu que ele aparecesse numa carruagem puxada simultaneamente por um leão e um javali imensos (esses caras realmente não tinham nada pra fazer, gente, não é possível tanta imaginação...). Não era tarefa fácil, mas como quem tem amigos tem tu-do, Apolo ajudou e ele conseguiu o carro puxado pelas feras, dobrou o chato do Pélias e casou com a Alceste. Os dois viveram felizes e satisfeitos até mais ou menos a página oito, quando, um belo dia, ele adoeceu, foi ficando doente, doente... As Moiras apareceram avisando que o fio da vida dele seria cortado na noite seguinte, que ele deveria esperar a Morte vir buscá-lo. Apolo, mais uma vez, apareceu e convenceu as Moiras (tem uma versão que diz que ele d…

Atalanta e Hipomenes

Imagem
Quando Atalanta nasceu, o pai dela só queria filhos homens e a abandonou na floresta. Uma ursa apareceu e a levou para sua caverna e a criou (pensei a mesma coisa que vocês: deve ter sido a Calisto...) depois disso, um grupo de caçadores a encontrou brincando na floresta e a levou para ser criada por eles (menininha disputada). Seguidora de Ártemis, Atalanta cresceu correndo nas florestas da Arcadia, linda e atlética, tomando sol, caçando, correndo e nadando nos lagos. Quando Pélias (aquele idiota tio do Jasão, que prometeu devolver o trono se o sobrinho trouxesse o bendito tosão de ouro e depois deu pra trás) morreu, foram organizados jogos fúnebres, ela participou e venceu vários embates. Nessa época, ela reencontrou o pai e ele insistiu que ela se casasse com um homem honrado (certamente do tipo que não abandona filhas mulheres na floresta... aff), mas ela mandou o pai pastar e avisou a todos os pretendentes – que não eram poucos (porque além de linda e atlética, a moça tinha o hábit…