Como comentar aqui:

Se você não tem conta no Google ou no Blogger, vá em "comentar como" e preencha seu nome, não precisa de URL (pode ficar em branco). Depois é só "postar comentário".
bjs

segunda-feira, 9 de março de 2009

Pra sempre Danutta


Ela era genial e uma das pessoas mais cultas que eu conheci.
Ela era uma fortaleza e capaz das tiradas mais memoráveis.
Ela tinha um senso de humor maravilhoso.
Ela era uma leoa pra defender as filhas e os netos dos perigos do mundo.
Ela lia e adorava jogos de volei.
Ela era maluca pelo Chazz Palmiteri e pelo Antonio Bandeiras.
Ela foi o melhor exemplo de retidão que eu pude ver.
Eram delas as melhores receitas e a melhor risada (ela juntava as mãos e dizia "ai meu Deus" na hora de rir, era muito engraçado).
Ela era muito azeda e muito doce, indecifrável.
Ela implicava comigo, mas eu sempre fui louca por ela.
Ela não era parente minha, mas meus filhos a chamavam de vovó.
Ela era mãe de duas amigas que eu amo muito.
Ela foi comigo pra praia e pra Holambra, era uma companhia preciosa.
Ela fazia um draminha de vez em quando, era muito engraçado.
Ela era a Hera e a Demeter.
Era a Danutta.
E SEMPRE vai ser.

beijos