Como comentar aqui:

Se você não tem conta no Google ou no Blogger, vá em "comentar como" e preencha seu nome, não precisa de URL (pode ficar em branco). Depois é só "postar comentário".
bjs

quinta-feira, 10 de junho de 2010

Sincera ou agradável??





Olha, tem coisas que eu simplesmente não entendo e não aceito. E como sou super cabeça dura e já estou em plena meia-idade, duvido muito que vá mudar de idéia.
Gosto de comprar coisas bacanas que me deixem contente ou alegrem a quem  a compra se destina.
Não sou nenhuma xiita anticonsumismo, não sou mesmo.
Mas não dá pra entender o que se passa na cabeça de um ser pensante (ou não) que compra um Rolex (cujo modelo mais simplinho custa 12 mil).
Neguinho tem que se achar muito pouca coisa, tem que ser muito pouco dado à reflexão e à consciência.
Não é possível...
É o supra sumo da vitória do ter sobre o ser.


Roubaram a loja e todo mundo se horrorizou. Se eu fosse o ladrão, certamente preferiria a loja da Rolex à Casa das Alianças...hehehe

beijos, gente  

domingo, 6 de junho de 2010

Advertência


Quando eu for velha, vou me vestir de roxo

Com um chapéu vermelho que não combina e não me deixa bem

Quero gastar minha aposentadoria em conhaque, luvas de seda

E sandálias de cetim, e dizer que não temos o dinheiro da manteiga

Sentar-me no chão quando estiver cansada

Devorar amostras nas lojas e apertar botões de alarme

E raspar minha bengala pelos gradis das ruas

Para compensar a sobriedade da minha juventude

Sairei de chinelos na chuva

Colherei flores em jardins alheios

E aprenderei a escarrar.

Poder usar blusas medonhas e deixar-me engordar

E comer dois quilos de lingüiça de uma só vez

Ou apenas pão e picles por uma semana

E estocar canetas e lápis e bolachas de chope e coisas em caixas

Mas por ora devemos ter roupas que nos mantenham secas

Pagar nosso aluguel e não xingar pelas ruas

Dando bom exemplo para as crianças

Temos de convidar amigos para o jantar e ler os jornais

Mas e se eu pudesse ir praticando um pouco agorinha mesmo?

Para quem me conhece, não fique chocado ou surpreso

Quando eu de repente for velha e passar a usar roxo.


Jenny Joseph